terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Brincadeiras para as férias: Caixa sensorial

Olá!

Dezembro é época de férias da criançada. O que fazer para ocupar o tempo da galerinha? Estarei postando algumas dicas de atividades para fazer com as crianças durante o mês de dezembro e janeiro.
A dica de hoje é brincar com a caixa sensorial.
Veja alguns modelos de caixas sensoriais que achei pela web e que você pode fazer em casa com as coisas que já tem por aí.






A caixa sensorial é um recurso ou brinquedo que estimula o desenvolvimento de crianças através da exploração dos sentidos e tem como objetivos a preparação remota para a escrita e matemática, o desenvolvimento da coordenação motora, da atenção, do equilíbrio, da memória e da criatividade.

Usa sugestão para brincar com a criançada é fazer uma caixa sensorial. Você vai precisar de uma bacia ou caixa com arroz (pode substituir por bolinha de gel, feijão, macarrão, areia, farinha, bolinhas de isopor, espuma picada ou papel picado) e alguns objetos para a criança buscar. Forre o chão com uma toalha, tapete ou jornal, fica mais fácil recolher a bagunça depois.

A dica é que a criança crie o seu próprio jogo de encontrar os iguais usando objetos da casa: colheres, blocos de montar, duas bolinhas, animais de plástico, bolinhas de algodão, argolas … qualquer par serve! Outra sugestão é esconder objetos diversos para que a criança encontre um objeto com uma letra específica.
Se for fazer a caixa sensorial com arroz ou macarrão uma ideia interessante é pintar o arroz ou macarrão com anilina e álcool (o álcool facilita a secagem), fica superatrativo!


Se a criança for muito pequena e ainda tiver tendência em colocar tudo na boca opta pela água ou farinhas, pois as sementes podem ser perigosas nestas idades, e atenção ás miniaturas usadas. Caso se você for usar os grãos com elas, deve ter a supervisão de um adulto para elas não colocarem na boca. O ideal que seja utilizada com crianças maiores de 2 anos.


Deixe seu comentário ou envie suas fotos para postarmos aqui no blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário